Reclamação em réplicaEm réplica

Amil não respeita a saúde mental de seus beneficiários

Amil
Mogi das Cruzes - SP
30/11/2021 às 14:24
ID: 133820713
Status da reclamação:
Reclamação em réplicaEm réplica

Por recomendação médica, faço sessão de terapia 1 vez por semana com a psicóloga para tratar minha ansiedade (nível elevado), déficit de atenção e outros problemas que sofro. Inclusive, a profissional vem analisando sobre a possível necessidade de encaminhamento para passar com psiquiatra.

Todavia, hoje fui surpreendido com uma ligação da psicóloga informando que foi negada a autorização do convênio para minha consulta. Liguei na AMIL e fui informado que "excedi o limite de consultas por ano" e que só poderia voltar a passar com psicólogo após o 02/2022.

Em uma simples pesquisa na internet, encontrei diversas matérias informando que o STJ já decidiu que é ilegal o convênio limitar a quantidade de sessões para um tratamento médico. Ademais, consultei o advogado e ele me confirmou a informação e disse que é possível ingressar na justiça para exigir que a operadora de saúde cumpra sua obrigação de prestar atendimento ao tratamento médico.

É uma vergonha que uma operada do tamanho da AMIL não cumpra com o tratamento de seus clientes. É vexatório que eu tenha que parar meu tratamento no meio dele e buscar na justiça o direito de continuar me tratando por um problema psicológico. A saúde mental de seus clientes pouco importa? Só querem saber do lucro? Como vocês submetem os beneficiários a uma situação tão ruim?

Veja, o que a AMIL faz é determinar a quantidade de sessões que eles acreditam ser suficiente para tratar seu cliente. Eles não estão preocupados em ouvir o profissional para saber se o tratamento terminou ou não. Eles não estão preocupados em saber se a pessoa está bem de SAÚDE antes de encerrar o tratamento.

Estou me sentindo totalmente envergonhado com essa situação. É triste ter que abandonar um tratamento tão importante por escolha da operadora de saúde.

Compartilhe

Resposta da empresa

02/12/2021 às 15:24

Prezado,
Sr. Alisson,

Em resposta a sua solicitação, prestamos os esclarecimentos.

Continuamos à disposição e para eventuais dúvidas e esclarecimentos, pedimos que entrem em contato diretamente conosco, através dos nossos canais de atendimento:

Central de Atendimento ao Beneficiário: 3004-1000
Central de Atendimento ao Gestor PJ: 3003-1332
SAC: 0800-0212583

Atenciosamente,
Amil Assistência Médica Internacional S/A
www.amil.com.br

Réplica do consumidor

07/12/2021 às 13:11

Amil apenas me ligou para falar que NÃO VÃO COBRIR O RESTANTE DO MEU TRATAMENTO. Que só irei poder retornar minhas consultas com a psicóloga após o mês de fevereiro de 2021. Ou seja, até lá eu fico sem tratamento porque a AMIL se acha no direito de, sozinho, definir qual o tratamento adequado para o meu problema.

Tendo em vista que é unânime na justiça de que a decisão do prazo e meio do tratamento cabe apenas ao médico, irei ingressar na justiça para buscar meus direitos.

Réplica da empresa

07/12/2021 às 13:59

Prezado,

Sr. Alisson,


Em resposta a sua solicitação, prestamos os esclarecimentos.


Continuamos à disposição e para eventuais dúvidas e esclarecimentos, pedimos que entrem em contato diretamente conosco, através dos nossos canais de atendimento:


Central de Atendimento ao Beneficiário: 3004-1000

Central de Atendimento ao Gestor PJ: 3003-1332

SAC: 0800-0212583


Atenciosamente,

Amil Assistência Médica Internacional S/A

www.amil.com.br

Regular
Regular
6.6/ 10

Está com problemas com Amil?

Reclamar