PublicidadeIcone publicidade
Reclamação em réplicaEm réplica

Bolsa arezzo - logo apagada

Arezzo - Loja Física
Betim - MG
03/05/2024 às 23:12
ID: 188063383
Status da reclamação:
Reclamação em réplicaEm réplica

Prezados,
Recentemente adquiri a bolsa Tote Emily Média na loja física da Arezzo em um shopping. Após poucos meses de uso, as logomarcas da parte da frente e de trás começaram a se apagar, demonstrando claramente um vícios de qualidade, que reduz o valor de um produto tal caro como este, além de imputar o aspecto de bolsa velha e [Editado pelo Reclame Aqui]. Estranhei a situação e fui pessoalmente na loja verificar o que podia ser feito, o responsável anotou meus contatos e me informou que em um prazo de até 30 dias me daria o devido retorno.
Diante da inércia na resposta, me dirigi à loja novamente, onde finalmente foi aberto o protocolo de análise do produto, no qual me explicaram que a bolsa seria enviada à fábrica para verificarem os defeitos apontados. Instaurado o procedimento, algumas semanas depois obtive a negativa de reparo do produto, sob a justificativa de ter ultrapassado o prazo de 90 dias para troca.
Não obstante a negativa no reparo do produto danificado, a bolsa voltou da fábrica mais deteriorada, com a logo TOTALMENTE APAGADA, o que não havia ocorrido anteriormente à remessa.
Questionei a atendente que me entregou a bolsa, contudo, me informou que não podiam fazer nada.
Narrados os fatos, verifica-se que não merece prosperar o entendimento de negativa de reparo por terem se passados 90 dias da compra, alegado pela empresa reclamada, tendo em vista que o art. 26 do Código de Defesa do Consumidor prevê expressamente que a contagem do prazo decadencial se inicia a partir da entrega efetiva do produto SOMENTE quando são vícios aparentes ou de fácil constatação na compra. No presente caso, os vícios ocultos começaram a aparecer após a compra, diante de vícios na qualidade que foi oferecida pela marca. Portanto, de acordo com o 3 do mesmo artigo, tratando-se de vício oculto, o prazo decadencial inicia-se no momento em que ficar evidenciado o defeito, podendo ser contado a partir do protocolo de reclamação na loja física.
Diante da situação, solicito por gentileza o reparo técnico da referida bolsa Arezzo, com fulcro no art. 18 da Lei n 8.078/90, haja vista que os fornecedores de produtos respondem solidariamente pelos vícios de qualidade que lhes diminuam o valor, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas.
Alternativamente, requeiro a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso, ou a restituição imediata da quantia paga. Obrigada.
Atenciosamente,

Compartilhe

Resposta da empresa

08/05/2024 às 09:30

Prezados,

Conforme registro de compra o produto foi adquirido em 16/09/2023.

Esclarecemos que é fundamental que os produtos passem pela análise técnica, junto à loja onde foram adquiridos, porém, o prazo para que possam ser recebidos para esta finalidade é de 90 dias após a compra e acompanhados da comprovação fiscal.

Desta forma, como o produto possuí aproximadamente 08 meses, não temos como seguir com a análise ou qualquer procedimento para o produto em questão.

Permanecemos à disposição.

Atenciosamente,
Equipe Arezzo

Réplica do consumidor

10/05/2024 às 21:52

Prezados,
Agradeço pelo retorno.
Insta esclarecer que o prazo decadencial de 90 dias contado a partir da compra, somente é aplicável quando o vício do produto é plenamente visível, o que não é o caso.
Conforme dito anteriormente, em se tratando de vício oculto, entendido como aquele que só se manifesta depois de certo tempo de uso do produto, sendo de difícil constatação, o consumidor possui o prazo decadencial de 90 dias para pleitear seu contato com o fabricante, iniciando-se do momento da percepção defeito. Nesse caso, podendo ser considerado como o início do prazo, o momento em que enviado para análise do fabricante, nos termos do artigo 26, do CDC. Por fim, para não restarem dúvidas quanto ao direito pleiteado, é de suma importância destacar que os Egrégios Tribunais de Justiça, em 1 e 2 instância e os Tribunais Superiores têm entendido de forma favorável ao consumidor, conforme acórdãos em anexo.
Neste termos, solicito por gentileza a troca do produto Arezzo, haja vista que o fabricante responde pelos vícios de qualidade que lhes diminuam o valor, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas.
Atenciosamente,

PublicidadeIcone publicidade

Reputação da empresa:

Regular
REGULAR
6.9/ 10
CompareVer página da empresa

Está com problemas com Arezzo - Loja Física?

Reclamar
PublicidadeIcone publicidade
PublicidadeIcone publicidade