PublicidadeIcone publicidade
Reclamação não resolvidaNão resolvido

Produto sem suporte

Status da reclamação:
Reclamação não resolvidaNão resolvido

Adquiri um banco da empresa, com as características conforme dados em anexo. Ao desembalar o banco, foi constatado um problema de vício: uma das pernas da banqueta estava entortada e as proteções plásticas dos pés também não foram entregues (solicitamos o reparo e/ou troca na loja onde o banco foi adquirido no dia 16/02/24, conforme prints do WhatsApp em anexo, e aguardamos a solução do problema desde então). A empresa não apenas não resolveu o problema como também não nos deu nenhuma garantia de corrigir o problema, em completo desacordo com o Código de Defesa do Consumidor. Se não vejamos, conforme explicado abaixo, a empresa deve seguir as diretrizes do Código de Defesa do Consumidor.

Em cumprimento ao Código de Defesa do Consumidor - Lei 8.078/90 - e decretos correlatos, solicito que seja cumprido o prazo para reparo, troca e/ou conserto do banco dentro dos prazos legais estipulados na lei. Considerando que o prazo máximo estipulado por lei é de 30 dias, solicito um posicionamento quanto à solução do vício encontrado no produto, uma vez que já acionamos a empresa.

Gostaria de um posicionamento da empresa. Peço que considerem essa solicitação uma notificação extrajudicial."

Compartilhe

Resposta da empresa

03/04/2024 às 15:56

Olá Victor, tudo bem?
Pedimos desculpas pelo ocorrido. Encaminhamos o seu caso para o Departamento de E-commerce verificar e entrar em contato com você o mais breve possível para solucionarmos o seu problema.

Peço por gentileza que aguarde a finalização do processo para dar sua avaliação final no Reclame Aqui. Reforçamos que nosso compromisso é sempre manter nossos clientes satisfeitos.

Atenciosamente,
Equipe Balaroti

Réplica do consumidor

05/04/2024 às 07:47

Me ligaram estava em reunião pedi que ligassem novamente e ainda não retornaram e não solucionaram o problema.

Réplica do consumidor

09/04/2024 às 11:19

Balaroti, existe alguma solução???
a LEI É CLARA EM SEU ART 26:
Art. 26. O direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação caduca em:

I - trinta dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos não duráveis;

II - noventa dias, tratando-se de fornecimento de serviço e de produtos duráveis.

1 Inicia-se a contagem do prazo decadencial a partir da entrega efetiva do produto ou do término da execução dos serviços.

COMPLEMENTANDO EM SEU ART 18, Vocês tem 30 dias eu já questionei vocês não cumpriram o prazo, preciso saber qual caminho devemos seguir?

Art. 18. Os fornecedores de produtos de consumo duráveis ou não duráveis respondem solidariamente pelos vícios de qualidade ou quantidade que os tornem impróprios ou inadequados ao consumo a que se destinam ou lhes diminuam o valor, assim como por aqueles decorrentes da disparidade, com a indicações constantes do recipiente, da embalagem, rotulagem ou mensagem publicitária, respeitadas as variações decorrentes de sua natureza, podendo o consumidor exigir a substituição das partes viciadas.

1 Não sendo o vício sanado no prazo máximo de trinta dias, pode o consumidor exigir, alternativamente e à sua escolha:

I - a substituição do produto por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso;

II - a restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos;

III - o abatimento proporcional do preço.

Consideração final do consumidor

03/05/2024 às 15:10

PÉSSIMA EMPRESA, NÃO RESOLVERAM JÁ PASSOU MAIS DE 2 MESES, NÃO COMPREM O PÓS VENDA NÃO FUNCIONA.

O problema foi resolvido?
Reclamação não resolvidaNão resolvido
Voltaria a fazer negócio?
Não
Nota do atendimento
0
PublicidadeIcone publicidade

Está com problemas com Balaroti Com. Materiais Construção?

Reclamar
PublicidadeIcone publicidade
PublicidadeIcone publicidade