PublicidadeIcone publicidade
Reclamação não resolvidaNão resolvido

COBRANÇA, DE VOLTA, DO VALOR SOBRE CAUSA GANHA E PAGA PELO BANCO EM CONTESTAÇÃO DE JUROS SOBRE AMORTIZAÇÃO DE PARCELAMENTO DE FATURA DE CARTÃO DEC

Status da reclamação:
Reclamação não resolvidaNão resolvido

Eu, ******* Fumeiro, CPF n *******, FAÇO DENÚNCIA CONTRA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, por cobrar, na fatura de março/2024, do C. Crédito Caixa, 11 o mesmo valor creditado a mim, em conta corrente, dia 09/02/2024, pela causa ganha e reconhecida pelo Banco, relativa à cobrança de juros indevidos do referido cartão.
Declaro que, em 26/06/2024, paguei boleto relativo à quitação antecipada de 6 parcelas residuais do acordo de parcelamento da fatura de março/2024 do cartão de crédito n *******, no valor de 2.861,13. Mas as parcelas continuaram sendo cobradas e pagas nas faturas seguintes, até o fim do contrato.
Apesar da má vontade do Banco em querer solucionar a questão, entendi sozinha que, esse valor pago, entrou no sistema como CRÉDITO, ao invés de quitação das parcelas que faltavam, tanto que em um dos meses, mesmo com compras, não havia saldo a pagar do cartão.
Requeri, por email, o estorno dos juros dessas 6 parcelas que continuaram sendo pagas até dez/2023, já que eu havia feito uma quitação antecipada, porém o Banco não aceitou.
Entre e-mais trocados e ruídos de comunicação (tenho todos), consegui juntar documentos comprobatórios que justificassem minha demanda:
1) Número de protocolo do contato tel SAC, dia 26/06/23, SOLIC: *******5973
(Registrado pela atendente como pedido de antecipação de parcelas, gravado)
ANEXO 1 (COMPROVANTE DE QUITAÇÃO).
ANEXO 2 ( EMAIL ENVIADO COM AS PROVAS ELENCADAS E COMPROV PAG).

Em 14/02/2024, recebi e-mail da Ouvidoria da Caixa, admitindo meu direito e já informando ter efetivado o crédito dos juros na minha conta corrente n 3256-*******6-5 , no valor de 1.013,25.

ANEXO 3 ( EMAIL CAIXA RETRATAÇÃO E PAG)
ANEXO 4 (EXTR DEPÓS)

Porém, na fatura de março /2024 do c. crédito, veio debitado esse crédito, juntamente com as compras do mês. Enviei e-mail reclamando, tendo retorno, cuja justificativa foi BASEADA EM HISTÓRICO ANTERIOR à retratação e causa ganha.
ANEXO 5 (MINHA RÉPLICA E DEFESA BANCO MAR/24)
Com minha réplica e decisão em não pagar essa cobrança, [Editado pelo Reclame Aqui] e comprovada, a reação do Banco foi intimidação com comunicado do SERASA, ILEGAL E AUTORITÁRIO, visto que, se eu pago em dia, posso pagar qualquer valor e deixar um residual dentro do limite estipulado pelo cartão de crédito. Isso se configura como ASSÉDIO.
ANEXO 6 (COMUNICADO SERASA)
Com as provas essenciais anexadas (tenho mais e-mails trocados), peço que intercedam por mim, junto à Instituição, no sentido de se fazer justiça, além do já prejuízo financeiro e possível dano moral, com CPF restrito, caso eu insista, sozinha, no meu direito.
Grata
******* Fumeiro

Compartilhe

Consideração final do consumidor

11/06/2024 às 17:46

Tudo conspira contra direito do consumidor

O problema foi resolvido?
Reclamação não resolvidaNão resolvido
Voltaria a fazer negócio?
Não
Nota do atendimento
0
PublicidadeIcone publicidade

Reputação da empresa:

Não recomendada
NÃO RECOMENDADA
--/ 10
CompareVer página da empresa

Está com problemas com Caixa Econômica Federal?

Reclamar
Melhores
Bancos Tradicionais e Digitais
Tire todas as suas dúvidas e confira o ranking das melhores empresas na página exclusiva do Reclame AQUI.
Acesse o ranking
PublicidadeIcone publicidade
PublicidadeIcone publicidade