Reclamação não resolvidaNão resolvido

Carência.

Claro
Porto Alegre - RS
29/08/2016 às 19:09
ID: 20625037
Status da reclamação:
Reclamação não resolvidaNão resolvido

Esta reclamação possui mais de 3 anos e não está mais sendo contabilizada no índice da empresa

Ver todas Reclamações

Prezados, boa noite.
Venho por este site reclamar do valor abusivo de R$ 335,44 cobrados pela multa de cancelamento do plano. Abaixo segue a história...
Tinha um plano mensal com desconto por possuir carência de um ano, tudo bem! Após um ano, sem a operadora informar, foi recebida a conta com o valor cheio, ao ligar reclamando fui informado que após um ano se perde este desconto, mas que a operadora avisa um mês antes, coisa que não aconteceu! Dia 29/07 eu liguei para a claro e reclamei da conta, fui informado que para manter o mesmo valor da conta, deveria mudar o plano, que conseguiriam um valor muito próximo ao que já pagava, assim fechei um novo plano. Na segunda-feira dia 01/08 liguei novamente para adquirir um plano com celular, gostaria de continuar na claro, porém como olhei no site da claro na internet, gostaria de comprar. Mas daí começou a complicação, fui informado que eu não poderia adquirir um plano com celular pois minha conta mensal iria diminuir, e isso não poderia ser realizado, neste momento falei que eu quero ser cliente da claro e a claro não quer vendar um serviço, pedi então para cancelar minha conta e neste momento veio a informação VOCê TERÁ DE PAGAR A CARÊNCIA !!! como assim, adquiri um produto na sexta, no qual não deixaram claro que tinha carência e após no máximo dois dias úteis falaram que eu teria de pagar R$ 334,00 de carência... não é justo!

Através deste e-mail solicito um novo encaminhamento de conta, sem esta taxa.

Obrigado.

Compartilhe

Consideração final do consumidor

12/09/2016 às 10:16

Não fui atendido.

O problema foi resolvido?
Reclamação não resolvidaNão resolvido
Voltaria a fazer negócio?
Não
Nota do atendimento
0
Não recomendada
Não recomendada
--/ 10

Está com problemas com Claro?

Reclamar