Reclamação não resolvidaNão resolvido

Protelação para pagamento da carta de crédito consórcio de automóvel

Sicoob
Mogi das Cruzes - SP
10/06/2022 às 20:54
ID: 144947953
Status da reclamação:
Reclamação não resolvidaNão resolvido

Após o bizarro problema de não conseguir pagar o lance ao banco sendo que a quantia estava depositada no próprio banco foi resolvida apesar de ter sido necessária uma reclamação na ouvidoria deparo-me agora com uma burocracia capaz de vexar o mais diligente enrolador do INSS.

16.5.22 Após ser mandado de um lado para outro pelo atendimento telefônico do banco, finalmente consegui a definição de que a pessoa com quem deveria tratar seria a gerente da minha conta, e me foi informado o nome. O fato de as pessoas terem informações divergentes sobre o procedimento deveria ter acendido um alerta, mas passou batido.

Entrei em contato com a gerente, que pediu meu número de telefone e me informou da documentação. Aqui um segundo alarme: por que a lista não me foi passada via e-mail? Eu só sabia da documentação correta devido a uma checklist e uma ficha cadastral que me haviam sido enviadas em contato anterior com o consórcio.

19.5.22 A gerente enviou-me e-mail cobrando a documentação, a que não tinha acesso, pois a loja ainda não tinha realizado a transferência do vendedor anterior para o nome da PJ. Sugeri ao vendedor que me passasse o documento como estava apenas para que o consórcio pudesse adiantar a consulta a eventuais entraves do veículo, mas o vendedor acertadamente recusou, temendo que o banco apresentasse um entrave em si pela divergência no nome da documentação.

24.5.22 Enviei minha documentação pessoal para análise de crédito e o CRLV do veículo. A partir desta data, a bola está com o Sicoob. Também solicitei a autorização de faturamento, que me foi pedida pela loja.

26.5.22 Dois dias depois, a gerente solicita novo arquivo da CRLV, pois no que me foi passado inicialmente pela loja, o QR Code não estava legível. Estavam legíveis, porém, todas as informações do veículo (renavam, placa, chassi, etc) que permitiam a consulta de eventuais ônus e entraves no DETRAN ou judiciais. Enviei novo documento no mesmo dia.

30.5.22 A gerente me envia a autorização de faturamento, que encaminho à loja.

31.5.22 Como eu desconheço a tramitação do consórcio, perguntei à gerente se era necessária ação minha. Ela respondeu cobrando o DUT assinado. Respondi no dia seguinte um pouco confuso, pois estava na dependência da loja me passar esse documento.

3.6.22 envio DUT assinado pelos proprietários da loja.

6.6.22 indaguei a respeito do andamento.

7.6.22 QUATRO DIAS DEPOIS do envio do documento de transferência, o consórcio informa que seria necessário enviar a procuração dos assinantes do DUT. Ora, em posse do CNPJ, a informação sobre os proprietários da loja está disponível de forma pública e gratuita na Jucerja. Demoraram QUATRO DIAS apenas para informarem que era necessário outro documento. Calcei a cara e solicitei o documento ao vendedor e enviei imediatamente.

8.6.22 como o processo começou a ter demoras desnecessárias, enviei e-mail cobrando informação, que passou em branco.

9.6.22 enviei e-mail fazendo reclamação da burocracia procedimental do Sicoob. A essa altura está bem claro que o banco está propositadamente protelando o pagamento do veículo. Por que a informação sobre A necessidade da procuração em caso de PJ não me foi passada de antemão? QR Code? Lá vão se passando dias inúteis enquanto o carro ocupa desnecessariamente espaço na loja enquanto eu permaneço à mercê de outros meios de transporte; afinal, se compreI um carro é porque PRECISO de um. Em vez de ir atrás de resolver o problema, a gerente achou por bem escrever um e-mail com a linha do tempo de todas as nossas comunicações com erros, diga-se de passagem num tom condescendente bastante petulante pra quem está ativamente protelando a conclusão do negócio. Não a gerente pessoalmente, claro, mas enquanto representante do banco. O que eu esperava diante da minha manifestação de insatisfação era uma resolução do problema. Em vez, o que obtive foi nova protelação desnecessária. No e-mail ela ainda solicita pela primeira vez mais documentos desta vez as CNH dos proprietários insinuando que esses documentos já se encontravam pendentes anteriormente, muito embora isso não me tivesse sido informado. Calcei a cara mais uma vez e pedi os documentos ao vendedor. Também respondi ao e-mail mal criado, apontando as falhas no atendimento. Com diferença de minutos, enviei o RG e CPF dos proprietários da loja.

10.6.22 E finalmente chegamos ao dia de hoje. Ao ver novo e-mail da gerente que chegou às 14h51, me bateu um profundo desânimo. Primeiro imaginei que viria outra resposta inadequada que eu já tinha decidido não mais responder, já que já percebi que dali não vai sair nada. Mas depois veio um terror: poderia ser o pedido de mais um documento?? Pois bem: no e-mail ela cobrava as CNHs (eu já havia enviado os RG e CPF agora estou com verdadeiro medo de ser necessário CNH por algum motivo protelatório) e a nota fiscal. Passei a ela o contato do vendedor pra ela pedir diretamente a ele, porque a essa altura, vou ter que colocar um nariz vermelho antes de ligar.

E nesse pé estamos. Dezessete dias se passaram desde que enviei os documentos da checklist ao Sicoob que não faz qualquer menção à documentação do vendedor dos quais, é verdade, quatro foram responsabilidade da loja, aqueles entre o dia 30 de maio e 3 de junho. Embora eu tenha encaminhado a reclamação à gerente, pois ela é a preposta do Sicoob perante a mim, a verdade é que ela e eu somos intermediários desnecessários entre a administradora do consórcio e a loja, já que todos os MEUS documentos estão em ordem e já foram enviados. O vendedor tentou contato direto com o consórcio, que foi negado. Até pra escrever essa lenga-lenga foi longo, demorado e cansativo.

Também digno de menção que, depois dessa enrolação toda, a previsão é, no caso mais otimista, a partir de segunda-feira dia 13, se mais nenhum documento for necessário e o consórcio apresentar uma eficiência que até então me é desconhecida, serão necessários mais três dias até a vistoria e, após a vistoria, mais cinco dias para o pagamento.

Todas as pessoas que foram clientes ou receptoras de cartas de crédito de consórcios de outras fontes ficam estarrecidas com este pequeno conto de horror contemporâneo, incluindo os familiares que me incutiram a ideia de assumir uma dívida para comprar um carro melhor. Agora fica bastante claro por que tantas lojas torciam o nariz ao informar que o pagamento viria de consórcio do Sicoob. O vendedor que me atendeu disse que irá avisar aos colegas pra não aceitarem clientes com essa premissa, no que penso que, infelizmente, lhe assiste a razão.

Toda essa movimentação está devidamente documentada. Temo que, a qualquer momento, a loja me informará do desfazimento do negócio. Se isso acontecer, buscarei judicialmente a devolução dos valores pagos ao consórcio por quebra unilateral de contrato. Além disso, não tenho qualquer confiança de que o Sicoob tenha meu melhor interesse como objetivo.

Gostaria muito de uma resolução para esta pendência. Até aqui, o Sicoob vinha se mostrando uma alternativa muito viável para o péssimo sistema bancário brasileiro. O inferno começou quando adquiri um produto deles. Se esse tipo de atendimento e burocracia é o preço a pagar para participar de sistema cooperativo de crédito, eles enquanto banco falharam miseravelmente em sua missão.

Compartilhe

Resposta da empresa

20/06/2022 às 15:47

Fernando,
Boa tarde!

Em retorno apresentado pela sua Cooperativa, enviamos mensagem privada para seu endereço de e-mail, prestando esclarecimentos sobre sua solicitação.

A cooperativa esclarece que, identificou o problema e já está trabalhando para solucionar o mais rápido possível.

Dessa forma, permanecemos à disposição para auxiliá-lo sempre no que for possível e, certos de sua compreensão, solicitamos por favor que avalie nosso atendimento por meio do Reclame Aqui, pois sua avaliação é muito importante para a nossa melhoria contínua.

Atenciosamente,
Área de Atendimento do Sicoob
Nossos canais oficiais de atendimento são: Central de Atendimento Sicoob (CAS): 0800 642 0000 ou 4000 1111 (Para Capitais e regiões Metropolitanas) | Cartões Sicoobcard: 0800 702 0756 ou 40071256 (Para Capitais e regiões Metropolitanas) | Ouvidoria Sicoob: 0800 725 0996 ou 0800 940 0458 (Para deficientes auditivos ou de fala) | Sipag: 0800 757 1013 ou 30042013 (Para Capitais e regiões Metropolitanas)

Réplica do consumidor

20/06/2022 às 23:12

Na mensagem particular, a administradora do consórcio tentou jogar a culpa na loja do veículo pela demora, em mais uma demonstração de falta de profissionalismo e de compromisso. No entanto, o que experimentei durante esse longo e excruciante processo foi celeridade e prestatividade da loja, enquanto a comunicação do consórcio era demorada, falha, cheia de intermediários e só funcionava quando cobrada.

Enquanto a empresa continuar a defender sua atitude desnecessariamente protelatória e sua burocracia interna capaz de fazer inveja ao mais tenaz funcionário do INSS, duvido que progressos serão feitos no atendimento ao consumidor.

A compra foi realizada há mais de um mês atrás. Neste momento, ainda encontro-me sem o veículo, e sem qualquer previsão de quando será o pagamento. Tudo que presenciei desta cooperativa de crédito foi um imenso amadorismo, envolvimento desnecessário de uma miríade de pessoas que muito pouco realizaram na resolução da questão num tempo satisfatório, e resta ainda a incerteza de que a empresa irá cumprir sua parte no contrato. Já busquei aconselhamento jurídico e estou apenas no aguardo de que a empresa apresente mais um único empecilho no pagamento da carta para entrar com ação na justiça. Donde prevejo, mais problema; afinal, o que representa uma imensa dor de cabeça pra mim é apenas um número insignificante numa planilha para o banco. Que é exatamente como a atuação deles me esclareceu ser sua visão empresarial.

A todos que estiverem lendo, fica o aviso: fujam dessa [Editado pelo Reclame Aqui]. Os valores podem parecer atrativos a princípio, mas é apenas para atrair consumidores incautos. Na hora de cumprir sua parte, eles vão te dar dor de cabeça. Com esse tipo de atitude, muito provavelmente em breve o leque de vendedores e lojas que fugirão da carta do Sicoob apenas aumentará. Procure um banco renomado.

Consideração final do consumidor

21/06/2022 às 19:41

Imprestável. Um monte de gente entrou em contato comigo, ninguém foi capaz de solucionar o problema. Ainda hoje permaneço sem uma solução, nem sequer uma previsão. Encontro-me num estado constante de nervosismo, pois a qualquer momento espero um empecilho por parte da empresa que vá inviabilizar a minha compra e me jogar na dor de cabeça de um processo judicial. Atuação completamente ridícula, especialmente para uma empresa que se propõe a administrar os ativos de seus cooperados. Perdeu um cliente, e já estou em contato com quem estiver ao meu alcance pra evitar que estes também passem pelo que passei.

O problema foi resolvido?
Reclamação não resolvidaNão resolvido
Voltaria a fazer negócio?
Não
Nota do atendimento
0

Consideração final da empresa

22/06/2022 às 09:43

Fernando,
Bom dia!

Em retorno apresentado pela sua Cooperativa, enviamos mensagem privada para seu endereço de e-mail, prestando esclarecimentos sobre sua solicitação.

A cooperativa esclarece que, o associado está ciente de todo o andamento, aguardando agora o link para a vistoria que será realizada online, onde será encaminhado um link via SMS para o telefone de contato do responsável pelo bem.

Após a vistoria, o pagamento do bem ocorre em até 5 dias úteis, caso a vistoria esteja ok. “

Dessa forma, permanecemos à disposição para auxiliá-lo sempre no que for possível e, certos de sua compreensão, solicitamos por favor que avalie nosso atendimento por meio do Reclame Aqui, pois sua avaliação é muito importante para a nossa melhoria contínua.

Atenciosamente,
Área de Atendimento do Sicoob
Nossos canais oficiais de atendimento são: Central de Atendimento Sicoob (CAS): 0800 642 0000 ou 4000 1111 (Para Capitais e regiões Metropolitanas) | Cartões Sicoobcard: 0800 702 0756 ou 40071256 (Para Capitais e regiões Metropolitanas) | Ouvidoria Sicoob: 0800 725 0996 ou 0800 940 0458 (Para deficientes auditivos ou de fala) | Sipag: 0800 757 1013 ou 30042013 (Para Capitais e regiões Metropolitanas)

Bom
Bom
7.0/ 10

Está com problemas com Sicoob?

Reclamar