PublicidadeIcone publicidade
Reclamação não respondidaNão respondida

A TAP sendo irreponsável, como sempre

Status da reclamação:
Reclamação não respondidaNão respondida

O que segue aconteceu 10/07/23 no aeroporto de Lisboa.
Eu já fiz uma reclamação no site da TAP no dia 15 de agosto de 2023 sobre este caso, mas até agora não obtive resposta, e agora nem consigo mais achar a reclamação no site, mesmo tendo recebido o email de confirmação que ela foi recebida e a referência.
A viagem tinha dois voos na mesma data. O TP 439 chegaria em Lisboa às 16:10 (hora local) e TP 11 sairia às 17:10, o que me daria 1h para passar pela imigração e chegar ao portão de embarque. Voos comprados pelo site da TAP, que os propõe em sequência para o trecho ParisRecife (entende-se que a companhia possibilita o embarque no segundo voo a tempo). Mas, não é o que aconteceu.
O voo TP 439 atrasou e chegou às 16:21. A fila na imigração estava extremamente longa. Uma das fotos em anexo mostra o tamanho da fila às 16:45. Mesmo informando aos trabalhadores do aeroporto que o próximo voo estava para sair, eu e vários outros passageiros fomos ignorados.
Não havia qualquer funcionário da TAP no local. Ao passar pela imigração, corri como louca até o fim da zona de embarque N (porta 46A). Chegando lá às 16:57, esbaforida, qual foi minha surpresa ao ver que a portão de embarque já estava fechado (foto do painel de informações em anexo). Não apenas o portão estava fechado, mesmo tendo em vista que vários passageiros não haviam embarcado, o voo ainda saiu 16min atrasado, segundo o próprio site da TAP (screenshot em anexo). Ora, se podia sair atrasado, por que não esperar os passageiros embarcarem?
Fui procurar o balcão de atendimento da TAP, uma epopeia, dadas as informações desencontradas dos funcionários do aeroporto e da própria TAP que encontrei no caminho, que indicavam caminhos diferentes. Cheguei no balcão da TAP localizado na zona de check-in às 17:42, hora na qual peguei uma senha de atendimento (foto em anexo). Após esperar 10 pessoas serem atendidas antes de mim, foi-me dito que não havia mais voos disponíveis naquele dia, apenas o mesmo voo TP 11 no dia seguinte, 11/07.
Foi-me proposta uma noite no hotel Sana Metropolitan, um voucher para o jantar no hotel e para comer no dia seguinte no aeroporto. Ora, não vendo qualquer alternativa, eu fui forçada a aceitar perder um dia da minha viagem e me ver só, em um país estrangeiro, tendo que chamar e pagar meu próprio taxi de ida e de volta. Como o hotel não era no centro, eu deveria ter que gastar ainda mais se quisesse fazer algo mais que apenas esperar no próprio local. Pior, com o check out ao meio-dia, eu tive que sair do hotel e voltar para o aeroporto, chegando antes das 13h e esperando mais de quatro horas pelo voo TP 11.
Eu moro na França há oito anos e, por causa do Covid, não via minha família no Brasil há dois anos. Paguei quase o dobro do preço normal de uma passagem Paris-Recife nesta época (costumava pagar 550-650e antes, e agora peguei mais de 1100e!), para perder um dos meus dias de viagem?! Não apenas isso, um dia especial, visto que era a festa de aniversário de dois anos da minha sobrinha, que eu ainda nem conhecia!
O descaso e a falta de respeito da TAP para com os seus clientes são palpáveis ao propor uma conexão tão curta e em não fazer o máximo para que ela seja viável. Perder um dia de viagem para alguns pode ser a perda de negócios, para outros, como foi o meu caso, pode representar a perda de um evento familiar importante, a perda de conexões familiares que já estavam em suspenso há anos. Meu tempo, minha vida e meus anseios não pertencem à TAP. Propor uma noite de hotel e vouchers para alimentação não passam do básico por lei.
Eu tenho todos os documentos relativos ao que foi contado.
Atenciosamente,
T. Félix

Compartilhe
PublicidadeIcone publicidade

Reputação da empresa:

Não recomendada
NÃO RECOMENDADA
--/ 10
CompareVer página da empresa

Está com problemas com TAP Air Portugal?

Reclamar
PublicidadeIcone publicidade
PublicidadeIcone publicidade