PublicidadeIcone publicidade
Reclamação resolvidaResolvido

ATENDIMENTO NO CEPA, CARGA HORÁRIA ABSURDA

UNITAU - Universidade de Taubaté
Taubaté - SP
14/03/2024 às 22:03
ID: 184633063
    Status da reclamação:
    Reclamação resolvidaResolvido

    Compreendo. Aqui está uma versão revisada do seu texto:

    "Sou aluna do curso de Psicologia noturno na UNITAU, e neste semestre estamos realizando estágio obrigatório no CEPA, um centro de atendimento psicológico. A carga horária exigida é de 30 horas para passar na disciplina, porém a universidade só permite atender no máximo dois pacientes no início, liberando o terceiro paciente após algumas semanas. Devido ao atraso no início do estágio, causado pela própria UNITAU, nosso prazo para cumprir essas 30 horas vai de 25/03 a 31/05. Considerando que cada paciente nos permite apenas 1 hora por sessão e só podemos atender dois por semana, é praticamente impossível alcançar a carga horária exigida, especialmente levando em conta os feriados. Mesmo sem os feriados, completaríamos apenas 18 horas. A coordenadora do estágio obrigatório e a própria universidade não nos fornecem nenhuma outra opção para concluir essas 30 horas, deixando-nos completamente desamparados. É absurdo que, com um simples cálculo matemático das semanas, fica evidente a impossibilidade de cumprir o exigido. Estamos sem suporte, sem resposta e nos sentindo [Editado pelo Reclame Aqui] por receber um serviço tão inadequado da UNITAU. Somos tratados com descaso, sem qualquer consideração. Muitos de nós, do período noturno, trabalham durante o dia e alguns moram em outras cidades. O único retorno que temos é que a carga horária é essa e o prazo é esse, não nos oferecendo nenhuma solução viável.

    Compartilhe

    Resposta da empresa

    21/03/2024 às 08:47

    Segue o retorno do Setor Responsável:

    Em relação à reclamação da aluna Larissa Reis, conforme encaminhada por esta Ouvidoria e intitulada ATENDIMENTO NO CEPA, CARGA HORÁRIA ABSURDA, damos as seguintes respostas:

    Da Prof. Me. Andreza Koga, anterior Coordenadora de Estágios do curso de Psicologia:


    Com relação ao Regulamento de Estágios, os locais não são limitados apenas ao CEPA:

    2 Os Estágios Supervisionados Específicos apresentam os
    seguintes objetivos, considerando os períodos do curso em que deverão ser
    cursados:
    I- Estágio Supervisionado Específico Ênfase: Psicologia,
    Saúde e Processos Clínicos I, II, III e IV: ministrados, respectivamente, nos
    5, 6, 7 e 8 períodos do curso integral, regime seriado semestral e no 7, 8,
    9 e 10 períodos do curso noturno, regime seriado semestral, tem por
    finalidade o atendimento efetivo à clientela, a partir da aplicação de Projeto de
    Estágio direcionado aos seguintes objetivos:
    a) atuação junto a organizações e comunidades, na elaboração e
    implantação de programas de promoção, prevenção, diagnósticos e tratamento
    às populações dessas comunidades, bem como práticas psicoeducacionais;
    b) atuação junto a Instituições na elaboração e implantação de
    programas de mudança de caráter social e técnico, no âmbito da saúde, lazer e
    trabalho. Planejamento e execução da análise da Instituição: diagnóstico e
    plano de trabalho subsequente com o objetivo de atender necessidade,
    perceber limitações e desenvolver potencialidades do pessoal envolvido no
    trabalho da Instituição;
    c) atuação na área específica da saúde individual e grupal,
    colaborando para a compreensão dos processos intrapessoais do cliente.
    Utilização de enfoques preventivos e curativos isoladamente ou em equipes
    multiprofissionais, com possíveis intervenções no campo da pesquisa, no
    diagnóstico e na psicoterapia, individual ou em grupo;
    d) locais de atuação: Centro de Psicologia Aplicada da UNITAU,
    hospitais, Unidades Básicas de saúde, ambulatórios, comunidades
    terapêuticas, clínicas especializadas, entre outros. [...]

    Art. 10. Os projetos de estágio deverão considerar, por ordem de
    importância, o Projeto Pedagógico do Departamento, as necessidades do
    Centro de Psicologia Aplicada (CEPA), as de outros setores da Universidade e
    as demandas oriundas da comunidade.

    Art. 12. Os estágios poderão ser realizados no Centro de Psicologia
    Aplicada (CEPA) e, em Instituições oficialmente conveniadas com a UNITAU,
    bem como em organizações informais. Os estágios também poderão ser
    realizados remotamente, seguindo as orientações e diretrizes do Conselho
    Federal de Psicologia.

    Art. 13. Os estágios supervisionados, mesmo que desenvolvidos em
    Instituições fora da UNITAU, não deverão deixar de atender às necessidades e
    demandas do Centro de Psicologia Aplicada (CEPA).

    Parágrafo único. Os estágios deverão ser realizados,
    preferencialmente, em instituições localizadas na região do Vale do Paraíba,
    litoral Norte e Serra da Mantiqueira e a realização fora desses limites ficará
    condicionada a solicitação prévia do Supervisor à Coordenação de Estágios,
    que deliberará sobre a viabilidade de autorização para esse procedimento.

    Assim, o aluno pode cumprir parte da carga horária em outras instituições, desde que o supervisor avalie o projeto e o autorize.

    Sobre o prazo de realização do estágio, previamente estabelecido de 04/03 a 29/05: o início dos estágios foi adiado em apenas uma semana, que poderá ser reposta ao final do prazo, ou seja, de 11/03 a 07/06/24, sendo assim, não haverá prejuízo ao aluno para cumprir a carga horária de 30h dentro do prazo estipulado pela Universidade de Taubaté.


    Da Prof Dra. Jessica de Assis, atual Coordenadora de Estágios do curso de Psicologia, comentando trechos do texto da referida aluna:


    Sou aluna do curso de Psicologia noturno na UNITAU, e neste semestre estamos realizando estágio obrigatório no CEPA, um centro de atendimento psicológico. A carga horária exigida é de 30 horas para passar na disciplina, porém a universidade só permite atender no máximo dois pacientes no início, liberando o terceiro paciente após algumas semanas. Aqui é importante frisar que a referida aluna se encontra no primeiro período de práticas no CEPA. Devido ao cuidado com os alunos e distribuição dos casos de maneira igualitária entre os mesmos e também ao fato de os supervisores poderem acolher as demandas comuns de dificuldades no primeiro atendimento, é importante essa inserção dessa forma.
    Devido ao atraso no início do estágio, causado pela própria UNITAU, nosso prazo para cumprir essas 30 horas vai de 25/03 a 31/05. Vale lembrar que os alunos ficaram com pendência de documentos na matrícula e que essa pendência acarretou desdobramentos. A carga horária indicada, de 4 horas semanais já era a indicada anteriormente, não sofrendo alteração, justamente entendo possíveis imprevistos com o tempo hábil para ajuste.
    Considerando que cada paciente nos permite apenas 1 hora por sessão e só podemos atender dois por semana, é praticamente impossível alcançar a carga horária exigida, especialmente levando em conta os feriados. Os alunos têm ciência dos dias que terão mais horas e menos horas disponíveis para atendimento no CEPA, trata-se também de uma escolha do dia para o atendimento. Lembrando que na carga horária dos alunos já há indicação de sugestão de horários para cumprimento dos estágios obrigatórios. Adicionalmente, outras atividades podem ser realizadas para além dos atendimentos individuais no CEPA.
    Mesmo sem os feriados, completaríamos apenas 18 horas. A coordenadora do estágio obrigatório e a própria universidade não nos fornecem nenhuma outra opção para concluir essas 30 horas, deixando-nos completamente desamparados. Fico bem preocupada quanto a palavra desamparo quando conversei com a referida aluna e uma colega dela após o meu horário de trabalho, na quinta-feira, dia 14 ultrapassando inclusive as 23h para colocar as possibilidades. Há testemunhas inclusive de docente e outros alunos. Na ocasião foi explicada a possibilidade de cumprimento de carga horária junto ao CEPA, inclusive realizando atendimentos na modalidade de co-terapia (a qual as alunas destacaram ser antiético, o que demonstra a inexperiência das mesmas na prática clínica, além de reforçarem a dificuldade de alinhamento de horários entre os alunos e talvez uma falta de interesse na prática. ), participação em projetos, observação de atendimentos, entre outros. Em todas as sugestões foi demonstrada insatisfação. As alunas foram orientadas também a conversar e discutir com o supervisor em questão para que pudesse flexibilizar dentre essas possibilidades o cumprimento. Além disso, que verificassem junto ao CEPA a possibilidade de adiantar a marcação mediante as dificuldades apresentadas.
    É absurdo que, com um simples cálculo matemático das semanas, fica evidente a impossibilidade de cumprir o exigido. Estamos sem suporte, sem resposta e nos sentindo [Editado pelo Reclame Aqui] por receber um serviço tão inadequado da UNITAU. Somos tratados com descaso, sem qualquer consideração. Muitos de nós, do período noturno, trabalham durante o dia e alguns moram em outras cidades. O único retorno que temos é que a carga horária é essa e o prazo é esse, não nos oferecendo nenhuma solução viável. Acredito que nessa fase de estágios também é crucial que o aluno compreenda que para além de atendimento cumprimento de carga horária, há uma prestação de serviço à uma comunidade e que o aluno deve se adequar ao atendimento dessa demanda. O aluno ao se matricular na universidade é ciente da carga horária necessária para cumprimento de atividades e é ciente das responsabilidades envolvidas. Por se tratar de uma aluna não muito frequente, pelo menos nas minhas disciplinas anteriores, talvez sinta a exigência dessa carga horária.

    Do Prof. Dr. Daniel Severo, Coordenador do Centro de Psicologia Aplicada (CEPA) do curso de Psicologia:

    Da parte que me cabe como coordenador do Cepa, o que posso dizer é que as informações apontadas pela aluna não conferem.
    O período destacado de 25/03 a 31/05 são 11 semanas, logo atendendo somente 2 casos por semana, o aluno faria 22 horas - faltando 8h para completar a carga horária do estágio, algo que os alunos conseguem com o terceiro caso.
    Em relação ao terceiro caso para o aluno atender, o Cepa adota a estratégia já faz alguns anos de liberá-lo somente depois da maioria dos alunos já terem consolidado o atendimento dos 2 primeiros casos. Para esse ano, prevemos o início dos alunos poderem chamar o terceiro caso na segunda semana de abril.


    Atenciosamente

    Consideração final do consumidor

    21/03/2024 às 13:01

    Resolvido internamente

    O problema foi resolvido?
    Reclamação resolvidaResolvido
    Voltaria a fazer negócio?
    Sim
    Nota do atendimento
    7
    PublicidadeIcone publicidade

    Reputação da empresa:

    Não recomendada
    NÃO RECOMENDADA
    4.5/ 10
    Ver página da empresa

    Está com problemas com UNITAU - Universidade de Taubaté?

    Reclamar
    Melhores
    Universidades e Faculdades
    Tire todas as suas dúvidas e confira o ranking das melhores empresas na página exclusiva do Reclame AQUI.
    Acesse o ranking
    PublicidadeIcone publicidade
    PublicidadeIcone publicidade